DESALOJAMENTO DE POMBOS

              A BIOSERVICE conta com uma equipe multidisciplinar especializada no controle de pragas urbanas, incluindo pombos. Seus técnicos oferecem soluções para o controle dos pombos, diagnosticando e avaliando criteriosamente cada estrutura que apresenta o problema, buscando a ação mais adequada a partir da orientação das legislações ambientais.

          O procedimento padrão não coloca sua família nem colaboradores em risco. Apesar de serem considerados pragas urbanas pela Instrução Normativa n° 141 do IBAMA, os pombos não podem ser exterminados, conforme a Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/98). Entenda as técnicas usadas por empresas especializadas no controle de pombos.

Prevenção

          - Limpeza de forros, calhas ou qualquer outro local que apresente fezes, restos de ninhos, ovos e penas; usar sempre luvas e utilizar sempre uma máscara ou pano úmido sobre o nariz e boca;

          - Nunca remover a sujeira à seco, sempre as umedecer antes para evitar a inalação de poeira e posteriormente adquirir doenças;

          - Proteger os alimentos do acesso das aves;

          - Cuide do lixo orgânico, deixando os sacos de lixo muito bem amarrados e as latas tampadas.

 

Etapas de Tratamento

          - Inspeção do local;

          - Tratamento (técnica a ser adotada);

          - Selecionar produtos e equipamentos;

          - Profilaxia;

          - Emissão da Garantia.

 

Métodos de Controle de Pombos

          - Fio Tensionado;

          - Molas de Aço em espiral (especial);

          - Telas Bloqueadoras;

          - Vedantes para impedir acesso;

          - Espícula plástica ou metálica;

          - Gel Repelente;

          - Painel Hipnótico;

          - Eliminação dos 4 A’s (água, abrigo, alimento e acesso).

          Repelente em Gel: causa incomodo nas patas dos pombos espantando-os gradativamente do local. Este processo se mantém ativo por cerca de 3 (três) meses – “educando” a ave a não voltar mais ao local. O processo é gradativo e eficaz (repele sem ferir a ave). Com a limpeza dos locais infestados e aplicação do gel repelente (sem cheiro e não tóxico) o cliente terá a tranquilidade de volta e a eliminação dos riscos de contrair doenças causadas por estas aves.

          Repelente Líquido: com princípio ativo não tóxico e com ação apenas de odor, provoca o abandono do abrigo (indicado p/ situações específicas).

          Barreiras físicas (Espirais): consiste na instalação de espiral telescópica em aço inoxidável, eficaz ao encontro dos pombos em áreas de pouso, é instalada nos locais com uma variedade de fixadores. Apresenta uma barreira física a aves e pássaros que pousam representando uma plataforma instável de permanência. Não provoca nenhum ferimento à ave. Usos: Beirais, parapeitos, muros, grades e pontos retos e/ou curvos de curta e longa distância.

          Barreiras físicas (Fios Tensionados): a fixação dos fios se dá nas extremidades por uma base. São empregados em calhas de prédios, parapeitos, beirais e quaisquer outras superfícies a critério da situação encontrada. Dificulta o pouso das aves. Não provoca nenhum ferimento à ave. a atuação de um profissional na instalação é importantíssima.

          Barreiras físicas (Telas protetoras): bloqueia a entrada de pombos em diversas áreas abertas como galpões, vãos livres, pontos diversos de edificações, telhados forros (impedindo a entrada das aves).

RESPEITO, COMPROMETIMENTO E TRANSPARÊNCIA 

É  NOSSO MELHOR ATENDIMENTO!